Conceitos

Gestor Online: o que é e como funciona

Por VC-X Solutions | 17.02.22
Ilustração da plataforma de gestor online, com gráficos e dados

Entenda o que é o gestor online, oferecido pelas operadoras de telecom, quais suas funcionalidades e as principais diferenças para um software de gestão de telecom

É praticamente impossível hoje em dia encontrar alguém que não possua um celular no Brasil. Uma pesquisa revelou que temos mais de um aparelho ativo para cada habitante.

Por isso, nada mais natural que smartphones também sejam ferramentas fundamentais para as empresas, que entre outras soluções utilizam o gestor online no controle de suas linhas e dispositivos corporativos.

Nesse post, vamos conhecer o que é esse serviço disponibilizado pelas operadoras e suas diferenças para um MDM e para os softwares de gestão de telecom, soluções mais completas para o gerenciamento dos dispositivos da sua empresa.

Como surgiu e o que é o gestor online

No início da telefonia celular, antes do surgimento da internet móvel, o controle de telefonia corporativa era menos complexo e totalmente manual.

Basicamente, as empresas contratavam planos para suas linhas corporativas, que tinham um custo pré-estabelecido para cada tipo de serviço, como chamadas locais, chamadas longa distância ou internacionais e SMS, por exemplo.

As configurações das linhas corporativas eram estabelecidas a partir das limitações do próprio plano. Ou seja, as empresas não possuíam uma ferramenta para controle do uso dos celulares corporativos. Se fosse necessária qualquer mudança no plano contratado, essa solicitação era feita por meio de contato direto com as centrais de atendimento das operadoras.

O serviço de gestor online foi concebido pelas operadoras justamente para oferecer maior autonomia para os seus clientes. Por meio da plataforma, as empresas poderiam gerenciar todos os serviços contratados no plano por conta própria.

Atualmente, o gestor online é uma ferramenta básica para gestão de celulares corporativos que permite configurar e gerenciar tudo pela internet, de forma fácil e prática, onde você estiver. Ele é um serviço útil para a maioria das empresas, pois é efetivo no controle e na configuração de pacotes de voz, SMS – e dados – para cada linha.

Através dele, você define as regras de uso da telefonia corporativa, estabelecendo quais as situações autorizadas e aquelas que são bloqueadas para cada colaborador, seja na utilização de voz, SMS ou internet.

Seu objetivo é o controle do consumo e dos gastos com telecom, para evitar surpresas com as faturas no final do mês, além de organizar o uso de todas as suas linhas.

Leia mais: Telefonia corporativa: como reduzir gastos com consumo de dados?

Como funciona o gestor online

Tudo começa com a definição dos perfis de uso e as autorizações para as linhas. Para isso, você pode definir perfis para um celular ou grupos de celulares.

Assim, é possível controlar o consumo de voz, torpedos e pacote de dados, estabelecendo limitações por tipo de serviço, por setor ou centro de custos.

Portanto, em geral o gestor online permite, entre outras coisas:

  • Monitorar o consumo e ajustar perfis de acordo com as regras da empresa ou mudar o limite de consumo de dados a qualquer hora;
  • Configurar um calendário e horário de uso, definindo os dias da semana e os horários que os aparelhos celulares podem fazer chamadas;
  • Criar uma whitelist e uma blacklist, ou seja, uma lista autorizada e uma não-autorizada, definindo quais linhas são liberadas ou bloqueadas para ligações;
  • Criar ramais exclusivos para a comunicação entre os celulares da empresa (ligações intra-grupo);

Baixe gratuitamente: Glossário da Telecom, um guia completo com mais de 100 palavras

  • Criar perfis de usuários e senhas para outros administradores do gestor online com diferentes privilégios de acesso e configurar notificações de alerta de consumo;
  • Definir qual o código (CSP) e a operadora para chamadas de longa distância;
  • Controlar o uso de roaming internacional;
  • Determinar o quanto cada linha vai consumir da franquia de dados compartilhada, distribuindo o pacote na forma que desejar;
  • Escolher se quer bloquear a navegação ou deixar consumir como excedente quando a franquia compartilhada de dados acabar;
  • Bloquear para não ter mais excedente no plano, ao final da franquia contratada;
  • Gerenciar ligações não autorizadas feitas nos celulares da empresa.

Leia mais: Gestão de Telecom: o que é e qual a importância para a sua empresa

Quem oferece e como é cobrado o gestor online

No Brasil, as operadoras que trabalham com essa ferramenta incluem o gestor online obrigatoriamente em todo contrato de linha móvel corporativa, e os valores das mensalidades ficam entre R $3,90 a 9,90 por linha.

Das grandes operadoras, somente três – Claro, TIM e Vivo – disponibilizam o serviço por meio de plataformas online, cada uma com suas especificidades. Apenas a Vivo e a Claro permitem configuração e distribuição de pacote de dados, por exemplo.

No gestor online da operadora Vivo, é possível realizar bloqueio de código para longa distância, bloqueio para ligações internacionais e roaming internacional.

O mesmo vale para o serviço de gestor online da Claro, que permite bloqueios de chamadas de longa distância, ligações e roaming internacional.

Já o gestor online da TIM permite o bloqueio de código para chamadas de longa distância, bloqueio de horários e ligações internacionais.

É importante ressaltar que o serviço de gestor online é de uso pessoal, da empresa contratante. Em função disso, as Centrais de Atendimento das operadoras não possuem acesso às configurações e bloqueios realizados pela plataforma.

É por isso que, sempre que houver alguma divergência entre as configurações realizadas pelo gestor online e os serviços ou taxas que estão sendo cobrados nas faturas de telecom, será necessária uma dupla validação de todas as configurações do gestor online junto à Central de Atendimento da operadora.

Em resumo, todas as opções de gestor online possuem limitações e por conta disso com o tempo surgiu uma opção mais completa para o controle de aparelhos celulares corporativos, que é o MDM.

Leia mais: 8 práticas para reduzir os custos de telecom da sua empresa

O que é MDM

O MDM ou Mobile Device Management (em português Gerenciamento de Dispositivos Móveis) é um software que deve ser instalado em celulares, tablets e laptops para gerenciar esses dispositivos móveis de forma remota.

Através do MDM é possível controlar, proteger e ativar políticas de uso com o gerenciamento de arquivos, aplicativos, ligações e uso do pacote de dados.

Com mais funcionalidades que o gestor online, o MDM impulsiona a produtividade e segurança de aparelhos móveis, otimizando o trabalho da gestão de telecom e diminuindo a demanda por suporte.

Mas qual é a diferença entre gestor online e MDM?

Os gestores online são plataformas disponibilizadas pelas próprias operadoras e são voltados para gerenciar aparelhos e linhas, dentro do plano de telefonia corporativa.

O MDM por sua vez, permite controlar aparelhos e linhas de diversas operadoras, sem exclusividade.

Por isso, a escolha entre essas duas soluções para gestão de dispositivos móveis depende do segmento de atuação, tamanho da empresa e da demanda específica de cada negócio.

Caso sua operação lide com situações onde a geolocalização ou a sincronização de arquivos sejam necessárias, uma ferramenta MDM é muito mais adequada, já que o gestor online não contempla essas funcionalidades, nem interage com o aparelho.

Por outro lado, se a necessidade da sua empresa limita-se a gerenciar o consumo de pacote de dados e minutos de ligações, um gestor online na maioria das vezes é o suficiente.

O MDM se apresenta como melhor opção em situações onde é preciso maior controle, já que o software consegue ir além e restringir aplicativos ou informar o consumo de dados específico de cada app.

Portanto, cada solução para gerenciar aparelhos móveis tem suas particularidades, recomendação de uso e vantagens, e entre as opções disponíveis hoje, o gestor online e o MDM ainda são as mais populares e utilizadas dentro das organizações.

Porém, existe ainda uma alternativa mais moderna, econômica e eficiente, que incorpora a automação de alto nível e muito mais funcionalidades e vantagens para a gestão de telecom obter um controle mais efetivo, preciso e otimizado de aparelhos móveis.

Leia mais: 12 tendências de telecom e TI para 2022

A melhor opção para gerenciar de dispositivos móveis

Como vimos, cada vez mais os smartphones são parte fundamental não só da vida das pessoas, como das operações de negócio nos mais diversos segmentos. Por isso, gerenciar esses dispositivos móveis de forma inteligente passou a ser também essencial.

Soluções como o gestor online e MDM atendem essa necessidade até certo ponto. Por isso, mais recentemente surgiu outra alternativa, que agrega automação e funcionalidades mais sofisticadas, sem necessariamente ser mais dispendiosa: as plataformas de gestão de telecom.

Esse tipo de ferramenta oferece uma série de aplicações que vão mais além no controle eficiente de telefonia celular corporativa. De certa forma podemos dizer que o gestor online diante de um software como esse é uma solução mais simples.

Além de processar as faturas de telecom, a plataforma lê e “traduz” as contas, fazendo uma análise detalhada e automática para entender o consumo e utilização dos aparelhos, controlando os usuários de forma individual.

Os relatórios de custo e de consumo são funcionalidades da VC-X Sonar. É possível analisar dados como horário de utilização e custos desnecessários

Assim é possível, por exemplo, saber com quem está cada linha e aparelho, identificar o centro de custo e cobrar excedentes de forma precisa.

Além disso, uma plataforma de gestão de telecom oferece uma variedade de relatórios com as principais métricas e KPIs, que permitem gerenciar a utilização dos aparelhos móveis com muito mais eficácia, de maneira ágil e precisa, de qualquer lugar, a qualquer hora.

Conclusão

Como pudemos ver, o serviço de gestor online oferecido pelas operadoras permite algumas configurações mais simples para gerenciar o uso dos celulares corporativos nas empresas. Dependendo do tipo de negócio, do porte da empresa, do número de linhas que ela possui e das políticas de uso, essa pode ser uma ferramenta muito útil para a gestão de telecom.

Agora, caso a empresa tenha a necessidade de fazer configurações avançadas, ter visão mais completa e um controle maior sobre o uso e sobre as despesas com telecom, pode recorrer a soluções mais robustas, como softwares de MDM e plataformas de gestão de telecom.

Tudo dependerá da finalidade e do objetivo da empresa. De modo geral, essas são soluções com funcionalidades e usos bem distintos, mas que podem ser até complementares dentro da gestão de telecom.

Avatar VC-X Solutions

Por

VC-X Solutions


Uma plataforma completa para descomplicar a automação, gestão e aquisição de Telecom e TI para empresas

wid.studio