MDM

Mobile Device Management: entenda o que é MDM e para que serve

Por Ulysses Dutra | 30.11.21
Ilustração de vários dispositivos móveis conectados por meio de um software na nuvem, representando o que é MDM (mobile device management)

Conheça o que é MDM (Mobile Device Management), uma ferramenta que permite gerenciar dispositivos móveis de forma remota e eficaz, proporcionando maior segurança para a sua empresa

É difícil imaginar o funcionamento do ambiente corporativo sem o uso de dispositivos móveis – principalmente os smartphones – na comunicação com clientes, fornecedores e funcionários, entre outras tarefas rotineiras. Ainda mais no Brasil, onde existe mais de um aparelho ativo por habitante. Nesse cenário o Mobile Device Management é uma peça fundamental.

O que é MDM?

O Mobile Device Management (MDM), ou em português Gerenciamento de Dispositivos Móveis, é um software que permite gerenciar dispositivos móveis como smartphones, tablets e laptops, de forma remota, para controlar, proteger e ativar políticas de uso.

Seu objetivo é otimizar e proteger o uso desses aparelhos, garantindo ao mesmo tempo a produtividade dos funcionários e a segurança da rede da empresa, bem como a redução de custos e da inatividade.

Como funciona o MDM

Os softwares de MDM são compatíveis com os principais sistemas operacionais do mercado, como Android, iOS, Windows Phone e Blackberry e precisam ser instalados em cada dispositivo com acesso a dados corporativos confidenciais, o que inclui smartphones, tablets e notebooks.

A partir daí, os gestores conseguem acessar todos os dispositivos móveis por meio de uma plataforma que oferece um controle efetivo e centralizado, garantindo a segurança da informação e visão completa do que está sendo acessado e utilizado nos equipamentos.

Sempre que o gestor quiser configurar e enviar políticas de uso para qualquer dispositivo móvel que esteja na rede da empresa, ele insere a nova política na plataforma de gerenciamento e envia para cada dispositivo, que implementa os comandos comunicando-se diretamente através das APIs instaladas nos aparelhos.

Além disso, essa conexão plataforma-dispositivo também pode ser usada para instalar e controlar qualquer aplicativo nos dispositivos gerenciados.

Após a configuração inicial para que a plataforma identifique o novo dispositivo, as políticas de grupo são aplicadas e o software MDM passa a monitorar todas as informações sobre a integridade do aparelho, decidindo quais aplicativos podem estar instalados ou não, bem como localizá-lo e protegê-lo, caso seja perdido, roubado ou furtado.

Dessa forma, o MDM é uma excelente ferramenta para proteger as empresas contra acessos não autorizados à informações confidenciais, evitando grandes prejuízos com erros, invasões, ataques e vazamentos de dados.

De modo geral, a maneira como uma solução de MDM será implementada vai depender da estratégia da empresa. Em alguns casos, opta-se por restringir de imediato o acesso dos colaboradores somente a aplicativos, sites e ferramentas necessárias às atividades de trabalho.

Em outros, as empresas escolhem utilizar o MDM para um monitoramento inicial, sem nenhum tipo de bloqueio. Após certo período, elas poderão analisar a maneira com que os colaboradores estão utilizando os telefones corporativos para, então, criar e implementar as regras de restrição, se necessário.

As vantagens do Mobile Device Management

1. Praticidade

Um software de Mobile Device Management, como qualquer outro aplicativo, pode ser instalado rapidamente e de forma simples nos dispositivos que se deseja controlar. Já a plataforma de gerenciamento pode ser acessada pelos gestores remotamente, quando e onde quiserem, com muita praticidade.

2. Segurança

Os aparelhos móveis, principalmente os celulares, são extremamente úteis para as empresas, mas também apresentam grandes riscos à segurança digital caso sejam perdidos ou roubados. Por isso, o MDM garante mais proteção para dados e informações sensíveis e sigilosas, agindo como mais uma camada de segurança.

Para isso, junto com uma solução de MDM o ideal é adotar outras práticas que fortaleçam a segurança de dispositivos móveis, como a autenticação multifator, que adiciona mais etapas no acesso de usuários, e a criação de senhas fortes, por exemplo.

3. Redução de custos

O Mobile Device Management também é capaz de ajudar as empresas a economizar com gastos em telecom, controlando tanto as ligações realizadas em cada aparelho, quanto o consumo de dados móveis.

Isso resolve um dos maiores problemas encontrados no dia a dia de muitos negócios que fornecem aparelhos corporativos, que são as situações onde os funcionários utilizam dispositivos como smartphones para uso pessoal, seja para fazer ligações ou navegar na internet.

A partir do momento em que o gestor configura bloqueios no MDM, o colaborador somente terá acesso àquilo que é necessário para executar suas atividades corporativas. Evita-se, assim, o desperdício de recursos.

4. Produtividade

Para manter suas equipes concentradas em suas atividades e buscar aumentar a produtividade, o MDM permite bloquear a instalação de novos aplicativos em aparelhos corporativos, garantindo que eles sejam utilizados somente para objetivos de trabalho, evitando distrações.

Quais são as principais funcionalidades do MDM

Instalação remota de aplicativos

Uma das grandes vantagens do MDM é sua capacidade de permitir a instalação e configuração de aplicativos remotamente. Essa funcionalidade oferece aos gestores uma grande economia de tempo e trabalho, já que isso pode ser feito em diversos dispositivos ao mesmo tempo, em poucos cliques.

Além da praticidade, essa função também garante que os colaboradores contem com os softwares sempre atualizados para executarem suas atividades com eficiência.

Gestão de aplicativos, chamadas e redes

Os sistemas de Mobile Device Management oferecem um nível de controle capaz de monitorar e permitir que os dispositivos utilizem somente aplicativos selecionados e que sejam úteis para as atividades da empresa.

Além disso, também possibilitam que sejam criados padrões específicos para diferentes tipos de usuário e de setor, aplicando-os imediatamente, permitindo gerenciar todos os tipos de conexão nos aparelhos (wi-fi, internet móvel e Bluetooth), selecionando quais os sites, redes e números de telefone permitidos.

Rastreio via satélite (Geofencing)

Esse recurso é extremamente útil para a segurança de funcionários e empresas, em especial do setor de transporte e logística, por exemplo.

Através dele, o MDM permite localizar aparelhos por meio do GPS, além de rastrear deslocamentos em períodos determinados, identificando oportunidades para otimizar as rotas, além de analisar a produtividade das equipes.

Por meio do rastreio via satélite, ou geofencing, é possível conferir a posição geográfica de cada dispositivo no mapa e caso ocorra alguma anomalia, as providências podem ser tomadas imediatamente. Lembrando que para identificar e monitorar cada pessoa, é preciso o seu consentimento, de acordo com a LGPD.

Bloqueio de funções e eliminação de dados

Essas funções permitem controlar diversas configurações em cada dispositivo móvel, permitindo ativar ou desativar câmera, microfone, conexões Bluetooth, USB, entre outras.

Também é possível fazer bloqueios de acordo com determinadas janelas de tempo. A empresa pode liberar o acesso a determinados aplicativos somente durante o horário de expediente do colaborador, impedindo o acesso no período noturno, por exemplo.

Algumas plataformas de MDM já têm pré-configuradas o “modo motorista”, que bloqueia a utilização de todos os aplicativos – com exceção dos app’s de mapa, trânsito e navegação – quando detecta que o dispositivo está se movendo em uma velocidade maior do que 20 km/h.

Em relação à segurança digital, também é possível realizar um Wipe Remoto, que é o apagamento de dados. No caso de situações suspeitas, essa ação impede que dados sensíveis sejam usados de maneira indevida.

Monitoramento e controle de custos

As soluções de MDM também são uma excelente forma de monitorar e reduzir o consumo de pacotes de minutos e dados.

Para isso, os softwares de Mobile Device Management permitem controlar e limitar o tempo de chamadas telefônicas, bem como identificar e restringir o consumo de dados móveis, qual o tipo de rede e quais aplicativos são utilizados, de forma individual, se for o caso.

Dessa forma, a gestão de telecom consegue aumentar ou reduzir planos de dados e minutos, de acordo com as reais necessidade de negócio, além de descobrir onde podem ser feitas melhorias, para cada setor ou cada colaborador.

Controle de inventário

Outra funcionalidade extremamente prática e útil do MDM é a capacidade que essa ferramenta oferece para controlar um inventário, com as informações recentes e completas sobre dispositivos móveis.

Assim, é simples de manter a atualização dos dados sobre cada aparelho, bem como ativar novas linhas, desativar linhas sem uso, inserir e excluir novos usuários no sistema, entre outros recursos valiosos para otimizar tempo, trabalho e dinheiro.

Conclusão

Cada vez mais as empresas e suas equipes dependem de dispositivos móveis para realizar suas atividades, o MDM surge como uma das soluções mais importantes para empresas de todos os tamanhos e segmentos, que buscam garantir a segurança da informação e a produtividade.

Para isso, as soluções de Mobile Device Management conseguem aumentar de maneira bastante rápida e eficaz o poder de controle sobre dispositivos móveis, oferecendo mais suporte e segurança, enquanto mantém a mobilidade e flexibilidade desses aparelhos para os usuários.

Avatar Ulysses Dutra

Por

Ulysses Dutra


Redator, jornalista e músico, aficionado por tecnologia & inovação, geopolítica e rock’n’roll/blues/funk/reggae/samba/soul

wid.studio