Conceitos TI
Serviços de Telecom

O que é link dedicado e como ele funciona

Por Ulysses Dutra | 21.12.21
Ilustração mostra as taxas de download e upload simétricas, uma das vantagens do link dedicado de internet

Conheça o que é o link dedicado e como esse tipo de conexão pode oferecer mais estabilidade, velocidade e qualidade de sinal para a internet na sua empresa

Com uma economia cada vez mais digitalizada, alguns negócios não podem ficar sem conexão com a internet nem mesmo por alguns segundos. É o caso dos bancos, empresas de investimentos financeiros ou hospitais que realizam cirurgias remotas, por exemplo.

Por isso, o uso do link dedicado cresce cada vez mais entre empresas de diversos setores e tamanhos. Afinal, essa é uma das melhores soluções para obter uma conexão de internet com grande disponibilidade, alta velocidade e poucas oscilações, ruídos ou interferências.

Nesse post, vamos ver o que é o link dedicado, suas vantagens e como ele funciona.

Também conhecido como internet dedicada ou link full, é um serviço oferecido por operadoras de telefonia, data centers e provedores que tem por obrigação entregar a velocidade contratada em full duplex, ou seja, a mesma velocidade de download e upload. Por exemplo: ao contratar um link dedicado de 250 MB, o provedor é obrigado a entregar 250MB tanto para download quanto para upload.

Além disso, no link dedicado a latência deve ser menor ou igual a 50 milissegundos, o que garante maior estabilidade e velocidade no acesso à internet. Nos contratos de internet dedicada, as operadoras ainda garantem uma disponibilidade de 99,9% da banda contratada e um SLA de até 4 horas para restabelecimento do serviço, em caso de parada. Isso tudo traz uma grande confiabilidade para o mesmo

Essa é uma das melhores formas de evitar problemas de conexão. Com um link dedicado, sua empresa é conectada diretamente à uma porta roteadora no servidor da operadora contratada, o que oferece mais velocidade e desempenho, garantidos sob contratos firmemente baseados em SLAs, ou Acordos de Nível de Serviço.

Leia mais: O que significa SLA

Em resumo, o serviço de link dedicado entrega disponibilidade de rede, estabilidade de conexão e qualidade na transferência de dados, o que gera mais produtividade, segurança e eficiência para a sua operação.

Qual a diferença entre link dedicado e banda larga?

Muitas vezes, o conceito do link dedicado ainda é confundido com a banda larga. Porém, há diferenças entre esses dois tipos de conexão à internet.

Em primeiro lugar, a banda larga (ADSL) funciona sob um modelo de infraestrutura de rede compartilhada, a fim de disponibilizar os serviços de internet para diversos clientes ao mesmo tempo.

Por isso, quando há muitos acessos simultâneos, é comum haver a oscilação e redução de velocidade na rede, o que gera uma série de problemas para os negócios cada vez mais dependentes de seus canais e serviços digitais.

Além disso, a internet banda larga é uma tecnologia assimétrica. Em função dessa assimetria, há uma diferença entre as taxas de download (recebimento) e upload (envio) de informações. Por exemplo: a prestadora oferece um pacote com 250 MB de download e 25MB de upload.

No caso de um link dedicado, existem somente dois pontos de conexão, um na operadora e outro no cliente. Então, apesar de utilizar a infraestrutura de rede compartilhada, cria-se um canal direto e livre para a transmissão de dados, com mais qualidade, segurança e velocidade.

Em geral, a diferença para o link compartilhado é experimentada principalmente na velocidade de upload, que no link dedicado é simétrica. Ou seja, é a mesma tanto para upload quanto para download. Por exemplo: você contrata um pacote com 250 MB e esta será a velocidade de download e de upload.

Outra diferença entre os dois tipos de conexão está na possibilidade de contratação de IP’s fixos, que é o endereço de identificação de cada computador em uma rede. Na banda larga, é possível contratar um único IP fixo.

Já no link dedicado, o cliente tem a possibilidade de contratar uma quantidade maior de IP’s fixos. O custo varia de acordo com o solicitado pelo cliente, mas ele parte de uma quantidade mínima de 6 IP´s utilizáveis na contratação de um link dedicado.

Leia mais: Como funciona a internet?

Tabela comparativa das características da internet ADSL (banda larga) e o link dedicado
Tabela comparativa das características da internet ADSL (banda larga) e o link dedicado

E qual a diferença entre IP fixo e IP dinâmico?

A maioria das conexões utiliza os IPs dinâmicos, que são alocados no servidor da operadora e criados no momento da conexão. Por isso, eles variam sempre ou expiram após um prazo de uso contínuo.

O IP fixo por sua vez, como diz o nome, é sempre o mesmo quando é conectado e por essa razão é mais utilizado no mundo corporativo, pois permite que sua empresa utilize seus computadores como servidores próprios com acesso externo exclusivo.

Dessa forma, você garante uma conexão confiável e estabilidade no acesso ao seu site, mesmo que receba muitas visitas ao mesmo tempo, por exemplo, além de aumentar a segurança digital com a implementação de serviços como SSL, um certificado digital que autentica a identidade de um site e possibilita uma conexão criptografada.

As principais vantagens de um serviço de link dedicado

1) Maior estabilidade e disponibilidade na conexão

Um link dedicado tem menos chances de sofrer quedas e oscilações no sinal. As provedoras normalmente definem em contrato de serviço que essa conexão de internet deve ter um percentual de disponibilidade de 99,9% da banda contratada.

Na prática, esse índice representa que um link dedicado entregará toda a velocidade de conexão contratada e estará disponível 24 horas por dia, 7 dias por semana.

2) Mais confiabilidade e agilidade na solução de problemas

Na banda larga, o cliente é quem precisa monitorar a qualidade e disponibilidade do sinal, solicitar correções à operadora, esperar o restabelecimento em caso de parada ou marcar e aguardar uma visita técnica.

Já no serviço de link dedicado, o monitoramento para evitar falhas de conexão é realizado pela operadora, que age ativamente no caso de queda ou instabilidade. Esse serviço de monitoramento ativo faz parte do contrato de um link dedicado, diminuindo os riscos.

Em geral, quando há um problema com o link dedicado, o tempo de espera é bem mais curto. As operadoras têm até 4h para restabelecer a conexão. Caso contrário, estão sujeitas a multa, que será paga (abatida) na própria fatura do cliente.

Nos planos normais de internet banda larga, esse prazo na maior parte das vezes é de 24 horas, no mínimo.

3) Velocidade simétrica e alta performance

No link dedicado, as velocidades de download e upload são idênticas e não interferem uma na outra. Se sua empresa adquirir uma conexão dedicada de 100MB, você sempre receberá 100MB, tanto no upload quanto download, para fazer e receber chamadas, enviar e baixar arquivos de todos os tipos e tamanhos e fazer videoconferências com alta qualidade de vídeo e áudio, sem interrupções.

Em resumo, com o link dedicado, a empresa tem a garantia de receber a largura de banda que adquiriu e está estipulada em contrato, 100% do tempo.

4) Mais segurança digital

A segurança da informação deve ser uma prioridade para qualquer negócio nos dias de hoje. Por ter, obrigatoriamente, um endereço de IP fixo, o link dedicado apresenta maior segurança.

Isso porque é possível ter um controle maior, implementando protocolos de autenticação, aplicativos e serviços de segurança digital, como firewall, antivírus e criptografia, por exemplo, com mais agilidade e simplicidade.

No próprio firewall, a gestão de TI pode criar regras de acesso tanto externo quanto interno baseados no IP público da empresa, o que garante mais segurança tanto na navegação aos serviços externos quanto no acesso aos servidores internos.

5) Escalabilidade e flexibilidade

No link dedicado é possível personalizar a largura de banda de acordo com as suas necessidades. A consistência de sinal obtida com a velocidade simétrica de upload e download, além de impulsionar a produtividade, também permite utilizar serviços de cloud computing com muito mais economia e praticidade.




Devo contratar um link dedicado para meu negócio?

Tudo bem se você ainda estiver em dúvida se deve contratar ou não um link dedicado aí para a sua empresa. É importante que você observe os seguintes pontos:

1) Identifique suas necessidades e compare ao budget da empresa

Não importa em qual segmento você atue, hoje quase todo negócio depende de uma conexão estável, segura e veloz para se manter ativo, bem como garantir seu crescimento e sustentabilidade.

Afinal, quando há problemas de conexão de rede, isso prejudica não só as atividades, como a experiência do cliente com seus serviços e produtos, o que pode afetar bastante a lucratividade e o valor da marca. Por isso, é imprescindível procurar opções confiáveis.

É inegável que as vantagens do link dedicado são maiores do que a banda larga em termos de confiabilidade, segurança e disponibilidade. Porém, o custo para ter esse serviço também é muito maior.

O investimento em um plano de internet dedicada pode ser até 10x maior do que um pacote banda larga. Sendo assim, mais do que identificar as necessidades de conexão da sua empresa, é preciso ter em mente qual é o budget disponível.

Além disso, é importante fazer uma previsão de retorno sobre esse investimento, analisando em quais pontos, setores ou serviços um link dedicado agregará positivamente no seu negócio.

2) Analise sua necessidade de escalabilidade

Através do link dedicado, a gestão de TI pode ser feita de forma inteligente, monitorando o tráfego e identificando rapidamente as variações na demanda e a necessidade de escalabilidade, para evitar que seus negócios parem por conta de uma queda do servidor diante de uma sobrecarga de acessos.

Se for o caso, a empresa pode contratar um link de contingência, que é acionado no caso de queda do sinal principal, mantendo a disponibilidade dos serviços. Esse contrato pode ser firmado com a mesma prestadora que está fornecendo o serviço de link dedicado ou com outra operadora.

3) Faça um inventário de TI e conheça sua infraestrutura

Esse trabalho também ajuda a identificar e dimensionar a necessidade de um link dedicado. Afinal, com um inventário de TI é possível analisar a quantidade de dispositivos que sua empresa possui e que se conectam à rede.

Empresas que realizam somente tarefas simples, como troca de e-mails, mensagens e acesso web, podem precisar de um link dedicado com 15MB apenas.

Já se o seu negócio precisa de suporte para fornecer serviços e produtos digitais, fazer videoconferências, faz download e upload de grandes arquivos em servidores na nuvem, entre outras atividades, você vai precisar de uma largura de banda maior.

Consumo de dados por tipo de atividade realizada na internet

São exemplos de aplicações que necessitam de um investimento em link dedicado:

  • hospedagens de site e sistemas para web;
  • comercialização de produtos via e-commerce;
  • realização de chamadas VoIP e videoconferências;
  • execução de canais internos (intranet) e redes corporativas;
  • dentre outros.

Call centers, órgãos públicos, bancos, empresas SaaS e os próprios provedores de internet são alguns tipos de negócios que executam as aplicações citadas acima e que se destacam no uso de link dedicado.

Mas o inventário de TI também agrega benefícios em outros momentos das empresas, que vão além de ter uma visão completa sobre a estrutura e analisar suas necessidades a partir disso.

Um desses momentos é a solicitação de suporte. Para abrir um chamado de atendimento, o cliente precisa ter todas as informações do seu serviço para acionar as operadoras: designação, código da conta, endereço de instalação, nº IP, informações relacionadas aos ativos (como modem/roteador), dentre outras.

Ao fazer um inventário de TI, você automaticamente já terá o levantamento de todos esses dados. Caso contrário, em um momento de suporte, terá antes que descobrir essas informações para depois conseguir o atendimento e a reparação dos serviços, tornando o processo mais demorado e ineficiente.

Leia mais: Como construir um inventário de TI

Conclusão

O serviço de link dedicado traz diversos benefícios e é muito importante especialmente para as empresas que apoiam sua operação na tecnologia e na conexão com a internet. Contudo, tem um custo alto que pode não ser aplicável no orçamento de todos os tipos de negócio. Nesse sentido, vale a pena fazer uma análise detalhada do custo x benefício que o link dedicado teria à longo prazo.

Outro cenário possível para empresas que querem otimizar custos e velocidade de banda é trabalhar com uma combinação de serviços (banda larga e link dedicado). Nos casos em que é necessário uma velocidade alta de download, mas pouco upload, pode-se ter como link principal uma conexão banda larga. Já as aplicações que necessitam de mais estabilidade e menos velocidade de banda podem ser conectadas a um link dedicado.

De todo modo, vale ficar sempre atento às ofertas do mercado e verificar se vale a pena fazer um “combo” de serviços junto à operadora para negociação de um valor mais acessível.

A VC-X Sonar possui um marketplace completo que reúne diversos serviços de telecom e TI em um só lugar. Conheça

Os hábitos dos consumidores, fornecedores e parceiros vão exigir cada vez mais uma presença digital de qualidade. O serviço de link dedicado desponta nesse cenário com uma das soluções mais eficientes para obter uma conexão segura, estável e de qualidade, com suporte de alto nível.

Avatar Ulysses Dutra

Por

Ulysses Dutra


Redator, jornalista e músico, aficionado por tecnologia & inovação, geopolítica e rock’n’roll/blues/funk/reggae/samba/soul

wid.studio